O que é Ilustração Científica?

A Ilustração Científica pode ser definida como uma área multidisciplinar abrangendo as Ciências  e as Artes Plásticas, cuja finalidade é auxiliar o pesquisador a comunicar suas idéias e descobertas, em forma de desenhos detalhados.

Esses desenhos podem ser de animais, vegetais, artefatos arqueológicos, anatômicos, geológicos, geográficos,  mas também podem ser modelos experimentais, modelos de estruturas biológicas (por exemplo modelo de transdução de sinal, de membrana biológica, da superfície de um vírus qualquer e tantos outros). A variedade de técnicas utilizadas é praticamente ilimitada, indo desde o mais simples desenho feito a lápis até sofisticados modelos animados com computação gráfica.

No Núcleo de Ilustração Científica do Instituto de Biologia da Universidade de Brasília empregamos as técnicas mais tradicionais de grafite, nanquim e aquarela. Estes tem sido os meios mais utilizados desde há muito para a comunicação científica das imagens.

Muitas pessoas questionam a validade da ilustração feita por meio “manual” ainda hoje onde computadores e tecnologia digital assombram com seus avanços. Entretanto, o olho humano ainda não encontrou rival para a percepção de detalhes que muitas vezes não são percebidos pelos obturadores de máquinas fotográficas. Pelo menos não com sensibilidade que um ilustrador o faz… Ainda assim por melhor que uma fotografia possa ser, problemas técnicos inerentes como profundidade de campo, exposição e processamento de detalhes ainda podem ser melhor resolvidos com um bom desenho.

Tradicionalmente, a taxonomia, tanto animal quanto vegetal têm utilizado a Ilustração Científica com enormes vantagens sobre a fotografia. E, muitas vezes, até mesmo uma micrografia eletrônica, com seus detalhes infinitesimais, precisa de um desenho esquemático que seja, para mostrar aos observadores (alunos ou pesquisadores) o que deve ser visto, ou como esta deve ser interpretada.

Go to top